8 de mar de 2016

2.ª Meia Maratona de São José dos Pinhais


Olá a todos!!

No último post (esse aqui!)  mencionei a Meia Maratona de São José dos Pinhais e disse que voltaria para escrever sobre ela...e aqui estou! Correr em casa é sempre um prazer. Não só pela facilidade em estar próximo da largada, não precisar madrugar pra se deslocar, mas também por correr nas ruas da cidade que você conhece tão bem e que fazem parte do seu percurso de treinos. É bom correr para conhecer novos lugares mas também é muito bom correr por onde conhecemos bem.



Foto: Rick Nogueira - www.foto7.com.br
Sobre São José dos Pinhais
Antes de mais nada, deixa eu falar um pouquinho sobre a minha cidade natal: São José dos Pinhais. 

Situada no caminho de Paranaguá, de onde partiam as expedições para buscar ouro, São José dos Pinhais, então Arraial Grande , ficava em um local estratégico pois foi encontrado ouro nos rios dos planalto (1649). Ocupado por indígenas e portugueses, o povoado cresceu de forma rápida e desordenada. Em 1690 ocorreu a inauguração da Capela de Bom Jesus dos Perdões, marcando o processo administrativo da colonização, ou seja, o espaço são-joseense passou a ter uma autoridade que representava o governo português. Em 1721 houve a eleição para as primeiras autoridades da Freguesia de São José. Em 1852 foi elevada a Vila de São José dos Pinhais, já com poder executivo empossado, e em 1897 tornou-se a cidade de São José dos Pinhais. Nesse ínterim, houve a chegada dos imigrantes europeus (italianos, poloneses, ucranianos) que ajudaram na colonização e expansão do município, como já comentei nesse post aqui

Situada ao Leste do Estado do Paraná, São José dos Pinhais é a 5ª maior e uma das mais antigas cidades da Região Metropolitana de Curitiba. Localizada a 15 quilômetros ao Sudeste da Capital, onde fica o aeroporto Afonso Pena. São José dos Pinhais possui a 3ª maior arrecadação de ICMS entre os 399 municípios do Paraná (ano base 2014) e de acordo com o IBGE, possui o 2º maior PIB do Estado do Paraná e o 36º do Brasil (referente ao ano de 2012). 

A cidade abriga fábricas como Volkswagen – Audi; Renault e Nissan; Montana – Argo; Grupo Boticário; Brose do Brasil;  Nutrimental; entre outras. As maiores redes de varejo do Paraná – Grupo Super Muffato, Grupo Condor, Mercadorama, os centros de distribuição das Casas Bahia e da AMBEV e o primeiro centro de distribuição da empresa Natura no Paraná também estão presentes no Município. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, São José dos Pinhais é a 7ª cidade do Paraná com maior número de eleitores (190 mil) entre os 399 municípios do Estado (referência: outubro/2015).

A prova

Foto: Igor Takashina - www.foto7.com.br
Bom, esse foi o segundo ano da meia maratona e além dos 21km havia também o revezamento em duplas e quartetos, o que foi muito interessante pois deu a oportunidade de que corredores de todas as distâncias pudessem participar e fazer a festa. E as subidas não perdoaram ninguém...independente do trecho escolhido, o desafio estava traçado!

A retirada do kit aconteceu no sábado, 05, no Ginásio de Esportes Ney Braga, local da largada e chegada da prova. Fui na hora do almoço e mesmo com movimento, a entrega era ágil e a fila andou rapidamente. O kit era composto de camiseta, viseira, barra de cereal, chip descartável (adoro!) e número de peito adesivado (ou seja, não precisava espetar a camiseta com alfinetes ou colocar na cinta porta-numero). Por ser uma inscrição "de dois dígitos" e acessível, o kit estava justo e a contento. 

A prova em si é desafiadora. Com muitas subidas e descidas, o percurso passa por vários bairros da cidade e não repete trajeto, isto é, você não passa duas vezes no mesmo lugar. Com exceção de um 1km de subida que no retorno transforma-se em descida, já no final, os corredores não se encontram, não há aquele desânimo em ver o pessoal voltando enquanto você ainda está indo...

Olha só a pirambeira: 


Imagem  SEMEL SJP
 A largada foi pontual às 7h30, postos de água a cada 2,5k e carbo gel no km10,5, animação no percurso, staffs dispostos e alegres e a população começando a ir nas frentes das casas para prestigiar. Muitos voluntários participaram da festa, seja nos pontos de água, das trocas do revezamento ou do carbogel - e sempre animadíssimos. No final da prova, em torno do km 17 ou 18, havia até um senhor refrescando a galera com água em frente a sua casa. Em boa hora!

Medalha finisher - Arquivo pessoal
Chegada organizada e com separação dos pipocas e de quem competiu inscrito. Entrega de kit pos prova com frutas e barras de cereal, água, chá mate com guaraná e um copo de isotônico. Dispersão fácil e rápida e ampla área de descanso e de concentração das assessorias.  Além da medalha muito mas muito bonita (ok, confesso: segui firme nos 21km pesados e sob o sol porque queria muito essa medalha! hahahaha) e que retratou muito bem a cidade. Sabemos que nada é perfeito mas não vi nenhuma falha que tirasse o brilho da prova. Pessoas mal educadas e motoristas impacientes vemos em todos os lugares, infelizmente. A vibe boa é que deve ser considerada!

Parabéns a todos que concluíram os 21km, solo ou revezamento. E aos amigos que encontrei e pelos quais fui encontrada, é sempre um prazer imenso revê-los e não há nada mais gostoso que um abraço apertado, um cumprimento sincero, um bate papo amistoso, mesmo que rapidamente. Essa energia boa e verdadeira é o que realmente importa. 

Parabéns a Prefeitura de São José dos Pinhais e à Secretaria de Esporte e Lazer pela organização e estrutura da prova. Gratidão aos amigos fotógrafos pelos belos registros e aos amigos que oportunizaram a participação nessa prova e aos que estavam na torcida.  Gratidão ao meu treinador San Palma pelo apoio e pela dedicação, sempre! 

Bns treinos e até a próxima!

Um comentário:

  1. Realmente, tudo a contento.
    O mais bacana, é ver que a população está começando a curtir e participar conosco.

    ResponderExcluir