2 de fev de 2016

Organização e cuidados de equipamentos - parte I


Olá pessoal!!

Tirando o pó aqui do blog, afinal já estamos em fevereiro e estou devendo muitos posts bacanas, inclusive da última maratona (my bad!). Mas como não quero deixar nenhum detalhe legal de lado, ainda estou compilando as fotos e anotando os detalhes... enquanto isso, fica minha pergunta: onde vocês guardam suas coisas de treino? 


Vamos combinar que triatletas juntam muita, mas muita "tralha" inerente ao esporte, não é? Equipamentos de natação (palmar, poolbuoy, pranchinha, nadadeiras, toucas, óculos, maiôs/sunquinis/sungas), ciclismo (câmaras, pneus, bombas, ferramentas, caramanholas, etc etc - essa é a maior lista!!) e corrida (tênis, meias, viseiras, bonés, buffs no inverno, óculos de sol, ipod ).  Não sei vocês, mas eu sou muito organizada nesse sentido... Acredito que profissional e esportivamente sou a mais organizada. Gosto tudo arrumado, no seu lugar e ai!!! se alguém mexer...hahahaha

Bom, hoje vou mostrar onde organizo e guardo meus equipamentos de natação. Onde eu treino, tenho que levar o que vou usar, ou seja, acabei comprando tudo o que era necessário: palmares, poolbuoy, pranchinha, nadadeiras, snorkel. Os demais apetrechos, todos temos: toucas, óculos e vestuário. 




 A maneira que encontramos para guardá-los foi justamente essa: uma prateleira, daquelas vazadas e com ganchos (tipo de loja!!).

Assim os materiais ventilam, como as nadadeiras, os pares de palmares, o poolbuoy e a pranchinha. E se ficar alguma água remanescente, escorre e seca. 

E nos ganchos posso aproveitar para pendurar os óculos e os prendedores de cabelo (porque a juba tem que ficar presa pra caber a touca, né?)

Assim também arejam e não tem perigo de pegar algum fungo ou bolor. 


Quando preciso me ausentar por mais tempo, aí sim coloco-os em plásticos e as toucas e os óculos, guardo em uma gaveta. 

Uma maneira bacana de deixar as toucas e também os prendedores e óculos é naqueles "mini-varais", de pendurar em qualquer cantinho, sabem? Ajuda muito pois fica sempre a mão , seca e ventila. Lembrando que sempre que lavar as toucas, é interessante secá-las por dentro para evitar que grudem e acabem partindo, quando puxar. 

As toucas que não estou usando, ficam devidamente guardadas em gavetas.

Já a parte de vestuário, essa é direta para lavar e secar a sombra na área de serviço.  Sol nem pensar e secadora menos ainda...a não ser que tenham um desapego grande com maiôs, sungas e sunquinis...rs


Bom, como eu nado praticamente todos os dias, o máximo que faço com meus equipamentos é lavá-los em água fria corrente e secá-los com um pano macio.  Justamente para tirar o cloro (sim, onde eu nado é clorina pura, daquelas de derreter a alma) e conservá-los inteiros por mais tempo.

CUIDADOS:  quem nada sabe que por melhor que seja seu equipamento, ele requer cuidados, ainda mais se em contato com cloro, maresia ou sol. 

Ah, e solucionando o mistério que deixei lá no Snapchat ( @vividombrowski), me diz...alguém conhece esse master apetrecho aqui:
O que é? O que é? (rufando os tambores....)... É o meu super moderno CONTADOR DE SÉRIES na piscina ( e na pista de corrida!) importado e de última geração!! Hahahaha

Pois é, não uso Garmin, Polar ou nada similar. Como na piscina, as vezes o coleguinha da raia do lado monopoliza os separadores ou quando nado em piscina que não tem raia divisória (como é a piscina externa do meu clube), o jeito é apelar para o contador... Via de regra, treino minha concentração justamente para não me perder na contagem. Mas as vezes pode haver uma distração e aí entra em cena o apetrecho acima.

O importante é cada um achar o que é melhor pra si mesmo, adequar-se e ser criativo. Muitas vezes um espaçozinho de nada, ou um cantinho esquecido, pode ser um super aliado para organizar suas coisas. Não precisa de muito, não. Basta analisar e colocar as mãos a obra! 

E aí, tem alguma dica bacana? Compartilhe conosco!

Bons treinos e até a próxima!

3 comentários:

  1. Como não sou triatleta, tenho bem menos objetos. Mas tenho sim uns 5 lugares em casa reservados para as coisas do esporte:

    (1) para bonés e acessórios, principalmente de vestir.
    (2) para os eletrônicos (Garmin, runScribe etc.).
    (3) para pesos e outros acessórios relacionados ao esporte que não dá para ficar em (1).
    (4) para shorts e calças
    (5) para camisetas

    Estão fisicamente separados por alguns metros. Daria para deixar tudo num ambiente? Talvez, mas acho que não vale a pena.

    A minha dica é esta frase do Ido Portal que se aplica também ao seu método de contar voltas na piscina:

    "High tech shoes, low tech feet. The more expensive the toys, the cheaper is the mover." Ido Portal

    ResponderExcluir
  2. Vivian, por favor, explique melhor esse contador de voltas. Há anos tento bolar algo bom e barato e adorei este seu. Detesto perder as contas e fico desestimulado quando isto ocorre. E não tenho dinheiro pra comprar um apetrecho caro. Obrigadão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Êider,
      O meu apetrecho foi baseado em um ábaco. Como eu não encontrei um ábaco pequeno, improvisei. Nada mais é do que um elástico roliço (tem em loja de armarinhos..baratinho!!) E umas contas de plastico de uma antiga pulseira. Você pode usar miçangas grandes, tipo bolas. Acha fácil em loja de armarinhos ou de peças de bijouterias. O meu tem 16 sendo 4 de cada cor pra dividir series. Dependendo do treino, faço cada conta ser 25m, 50m, 100m. Espero ter explicado razoavelmente. Qualquer coisa, escreve aí! E me conta se deu certo!!

      Excluir