17 de fev de 2014

Corrida Noturna Unimed e Câncer de Mama

No último sábado, 15, corri a 10.ª edição da Corrida Noturna Unimed. Quem é de Curitiba sabe a tradição desta corrida na cidade. Lembro-me da primeira edição dela - vi as placas anunciando na Rua João Gualberto , a caminho do Celin da UFPR, que haveria uma corrida noturna. Na época eu já corria e achei aquilo tão legal, tão empolgante "Correr a noite pelas ruas de Curitiba" - e me inscrevi.

Arquivo pessoal
Inicialmente (até a 4.ª ou 5.ª edição,  não me recordo ao certo) era na sede da Unimed Curitiba, na Rua Itupava (Alto da XV) e agora se realiza na Universidade Positivo e o percurso nas redondezas (percurso, aliás, puxadinho...não lembrava que tinha tantaaaaa subida...).

O bom é encontrar amigos e sentir a energia de todos. Bater aquele papinho, descontrair. Bom demais também rever o pessoal e os professores da V8 Assessoria Esportiva, os quais tenho um profundo respeito, carinho e admiração. 

Corri as primeiras edições da Corrida Noturna e posso dizer que sempre foi muito bacana e organizada. E desta vez não foi diferente. Em mais de 10 anos de corrida, já participei de muita prova de 10km e de uns tempos para cá diminuí um pouco as participações em razão de longos no fim de semana e custos com inscrição e deslocamento (temos que priorizar, né?).

Porém desta vez foi diferente. Resolvi me inscrever para matar as saudades da corrida noturna (tinha corrido a 6.ª edição da última vez) e para dedicar a uma pessoa muito especial: minha grande amiga Déborah Aquino, a Debs do Blog da Debs. Não é porque é minha amiga de todas as horas, parceira de risos e choros, mas sim pela coragem e determinação com que ela está levando o tratamento para o câncer de mama. É um dia após o outro, altos e baixos, normais de quem passa por uma quimioterapia. Mas uma coisa é certa: otimismo, determinação e força de vontade são imprescindíveis para chegar cada dia mais perto da cura. Bem como apoio da família e dos amigos.
Foto: Deborah Aquino e família
Em razão de conviver com uma pessoa querida que está em tratamento, aprendi um pouco mais sobre a doença e tudo o que ela acarreta. 
O CA de mama é o mais comum entre as mulheres e responde por 22% de novos casos a cada ano. A estimativa para 2014 é que mais de 57mil novos casos surjam.
Mais comum em mulheres acima de 35 anos, o câncer de mama, se diagnosticado em tempo, tem grandes chances de cura, sendo a sobrevida média após 5 anos do tratamento, de 61% (Fonte: INCA São Paulo).

A maior incidência de casos está na Região Sudeste (64.5 / 100 mil mulheres), seguida pela Região Sul (64.3/ 100 mil mulheres). Isso se dá em razão da população ser maior nestas regiões, desenvolvimento industrializado, ritmo de vida e estresse. Recomenda-se que, a partir dos 40 anos, seja feita a mamografia anualmente. (Fonte: SB Mastologia).

A prevenção consiste no auto-exame desde cedo e na mamografia anual após os 40 anos. Além de consultas médicas ao indício de qualquer anormalidade (Fonte: Hospital do Câncer de Barretos). Ainda, há uma cartilha muito bacana organizada pelo INCA que traz informações muito importantes sobre prevenção e tratamento de câncer de mama - para ler clique aqui.

Quando você tem uma pessoa próxima passando por um tratamento desses, você para e pensa no que realmente importa e no quanto a vida é efêmera e inconstante. Percebe que deve manter ao seu lado o que te faz bem e cortar o que não agrega. Parar de se preocupar com coisas pequenas, dar importância a fatos irrelevantes, se incomodar com o que não precisa ser relevado. Aprende a valorizar cada minuto, a amar quem te ama, a levar uma vida mais leve. 

Foto: Rick Nogueira (Vivo Esportes)

Debs, "Te dedico" essa corrida e tantas outras que seguirão nesse seu período de stand by. Cada km meu vai ter um pouco de você e dessa causa que acabou sendo abraçada. 

Quem quiser acompanhar a Debs, pode segui-la no Instagram @blogdadebs e pelo Facebook na fanpage Blog da Debs. E quem quiser mandar energia para ela, convertendo seus km's de corrida, pode participar do "Run For Debs" no Endomondo Challenges. Basta conectar com o Garmin ou seu celular e registrar sua corrida! (Ideia essa criada pelas igers @correcomigo, @correndonaeuropa, @vivianbogusfitness, @remoretti, @anakrueger, @projetolilika21k,@tatimelega, @amandatorrermr.)

E bora correr...ajuda na leveza do corpo e do espírito! Que nossa fé seja inabalável sempre!

Bons treinos!!

3 de fev de 2014

Personagens dos nossos treinos

Arquivo pessoal
                              
Eu costumo dizer que quem corre cedo tem suas recompensas. Não que nos demais horários não haja, claro que há também! Em razão de horários malucos já tive que treinar em horário de almoço, meio de tarde, à noite. Mas sempre procuro valorizar as pequenas conquistas e o ambiente onde estou, e como tenho treinado mais de manhã cedo, acabo focando neste horário.

Foto do Instagram 
Sou apaixonada por nascer e por-do-sol e quem me segue no Instagram ( @vividombrowski) sabe disso. Sempre que posso posto fotos do céu, da paisagem ou do lugar que corro
 #RecompensasDeQuemCorreCedo
Mas correr ao livre, num geral (independente de horário) também traz outras recompensas: uma mistura de cores, pessoas, culturas, natureza, arquiteturas, cheiros, enfim, um contraste que preenche os sentidos. 


Na minha Longoterapia (o que é isso? Leia aqui ) tenho prestado mais a atenção às personagens do meu cenário de treino. Gosto muito de observar o ambiente e, principalmente, a natureza. Porém comecei a visualizar as pessoas que sempre encontro nos treinos:
o senhor com perfume de pinho; a senhora do "bom dia menina, já vai correr?!"; o bom dia especial de dois senhores japoneses (que tem uma energia e astral incríveis); a moça e sua mãe que levam o dog pra passear; o rapaz que caminha por horas e já emagreceu muito; a mulher que passa Victoria Secret antes de ir caminhar; a zeladora do W.C. sempre simpática e atenciosa, o casal que sempre te deixa no vácuo quando você diz bom dia (grrrrrr), os amigos corredores,  enfim, pessoas pelas quais passamos e acabam fazendo parte do nosso dia-a-dia. 

Um parênteses - quanto ao "bom dia"... mais que educação e cordialidade, é um verdadeiro energizante. É um recurso de mão dupla que garante sorriso e bem-estar. Às vezes o seu bom dia pode ser o primeiro cumprimento que a pessoa recebeu naquela manhã... Uma vez um motorista de ônibus me disse que, às 10h da manhã, eu havia sido a primeira a dar bom dia ao entrar no ônibus - e o turno dele estava no final. Pois é, não custa nada e garante muita coisa. Inclusive, sobre o poder do bom dia, vale a pena ler esse texto aqui !!!

Voltando ao texto... Se estamos na rua, obviamente, a atenção é redobrada para o percurso, calçadas, motoristas e cruzamentos. Entretanto, acenar para um conhecido, encontrar com um amigo depois de uma ladeira, ver a velocidade com que um edifício é construído, ver a lerdeza e o caos das obras para a Copa (e o quanto a população está sendo prejudicada), uma fachada nova, andarilhos dormindo debaixo de marquises (sim, também tem o lado triste), os mesmos cachorros latindo nos mesmo portões e o mesmo cachorro que espera teu afago abanando o rabo. (Não preciso comentar sobre motoristas que não respeitam, calçadas esburacadas, falta de segurança, né? Vamos olhar o lado bom nesse post...)

Foto pessoal Instagram

Afora as belezas da natureza - ver o sol nascer, a neblina baixar e subir, os aviões que sobrevoam o parque, a garça que insiste em ser vista por todos, os carcarás nos gramados, os gritos dos quero-queros, casinhas de João de Barro, há também a beleza das pessoas

Pessoas que vão e vem, que chegam e saem, que começam caminhando e depois já estão correndo, que sentam nos bancos para olhar a paisagem, que recebem o primeiro bom dia do dia de você, que "fiscalizam" teu treino. Sem querer nos envolvemos mais com outros do que podemos imaginar.


Arquivo pessoal
Obviamente, não é em todos os treinos que é possível observar tantas coisas. Incorporei apenas nas minhas rodagens e longos (longoterapias!).  Mas sempre que for possível, vale a pena. 

A corrida tem que fazer bem para o corpo e para a alma!!! Já observou o que está no seu caminho durante o seu treino?


Bons treinos e boa semana!