24 de jan de 2014

Correr uma maratona pra manter a sanidade

The Oatmeal
Não sei se acontece com vocês mas sempre tive a sensação de haver uma cobrança para que o atleta, principalmente amador, avance nas suas distâncias, seja na corrida ou no triathlon. 

Se já corre 10km, vem a pergunta: "quando vai passar para 21km?"; se já conclui meia maratona, há o questionamento clássico: "e a maratona?" - e pra quem já corre 42km a sugestão para correr uma ultra. Igualmente no triathlon, se faz short vem a cobrança para fazer olímpico, depois meio ironman até chegar no Ironman. 


Mas quem disse que "tem que fazer" isso ou aquilo???? 
Não tem norma, regra, exigência. Aumenta distância se quiser, se achar bacana, se interessar. Do contrário, não! Conheço muitas pessoas que correm provas de 5km e 10km e não pretendem passar dessas distâncias, assim como triatletas que fazem short e olímpicos e vão muito bem. Alguns porque se sentem confortáveis, outros porque é o limite de tempo para treinar diariamente e ainda há atletas que vão melhores em distâncias menores e enfatizam isso.

lostangelesblog.com
No entanto, um corredor inglês que não ligava se X, Y ou Z já tinha feito ou corriam mais que ele, descobriu porquê ele precisava correr maratona. 

Li um artigo interessantíssimo publicado há duas semanas no Jornal britânico The Guardian - Why I need to run marathons . Ele fala sobre como uma maratona pode interferir na vida de uma pessoa e se tornar fundamental para sua sanidade - e eu ainda ousaria adaptá-lo para qualquer preparação esportiva.

O texto escrito por aquele corredor inglês, o Tim Smillie, mostra como a maratona "salvou" a sua vida. Se preparando para sua 4.ª maratona, Tim conta que a preparação para a maratona é que mantém sua sanidade pois é ela quem diz o que comer, o quanto beber, quanto se exercitar e descansar. É a preparação que norteia sua rotina. E para ele isso é necessário pois Tim tem tendência a exageros - na comida, bebida e consumo em geral. Dessa forma foi uma maneira que ele encontrou para manter o controle, uma vez que já havia usado antidepressivos (que não funcionaram por não se tratar de depressão propriamente dita), técnicas de meditação (que auxiliaram até certo ponto) e aproximou-se do Budismo (que foi muito útil porém não o afastou das caixas de doces). 

Preparar-se para uma maratona foi algo especial pois ele passou a dedicar horas do seu dia para isso, não só nos treinos, mas também pesquisando dicas, relatos, equipamentos e planejamentos na internet. Isso tornou, como ele mesmo disse, uma identidade "semi secreta" - O CORREDOR - que buscava superar seus limites e bater seus recordes.

www.redbubble.com

Acredito que no fundo o esporte causa isso em todos nós - ou grande maioria. Quando estamos nos preparando para uma prova seguimos a risca o planejamento feito com o treinador, a alimentação específica, hidratação, suplementação, repouso, pesquisamos bons equipamentos. É a disciplina que o esporte - seja corrida ou triathlon - nos trazem. Quantas vezes não trocamos ideias com amigos, pesquisamos novos suplementos, provas interessantes, passamos horas na internet em função da nossa preparação? O que acontece com o Tim, acontece com muitos de nós. 



Seja maratona, meia maratona, Ironman, meio Ironman, independente da distância, há uma preparação. E é justamente ela quem nos mantém "sãos" nesse mundo doido em que vivemos. Então, maratona é coisa pra doido? Sim!! Pra quem é doido por manter sua sanidade e sua saúde!

Bons treinos! Nos vemos por aí!

4 comentários:

  1. Bah Vivi... me encaixei completamente nisso tudo. O texto é ótimo mesmo e comigo é exatamente isso. Eu mantenho a disciplina em tudo por causa das provas. E eu como "CDF" que sou dificilmente mexo uma vírgula do que o treinador/nutricionista falam.
    Minha sanidade está garantida. Kkk
    Bjs
    Milton - www.vintesemanas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sanidade de todos nós!! hahaha
      Obrigada pela visita!! Bjs

      Excluir
  2. Muito muito bom ! Serve direitinho pra mim... E os longões ?! São o objetivo, o mais aguardado da semana, mesmo sabendo que vai doer :-).

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rafael!!
      Só quem ama distância sabe a importância disso né? Falando em longões, leu o post novo "Longoterapia"? Esses sim são pra manter minha sanidade :)
      Obrigada pela visita!!

      Abs

      Excluir