4 de jan de 2012

Por que faço provas de endurance?

Pessoal,

Para iniciarmos o ano de 2012, nada mais propício do que uma reflexão. Mas não sobre as provas de 2011, até porque não gosto de retrospectivas. O que tinha que ser aprendido, já o foi. Então, seguir em frente!

Hoje estava conversando com um amigo ultramaratonista, Anderson Cerceau, sobre provas longas, em especial ultramaratonas. Estratégias, dicas, logística, equipamentos. E durante a 'conversa de doido' fui fazendo um flashback das provas longas (meio irons e maratonas) que já fiz e me perguntando de onde veio essa vontade de fazer provas de endurance. 
SUPERAÇÃO PESSOAL foi a primeira resposta. TESTAR LIMITES, a seguinte. Mas a principal foi ME CONHECER DE TODAS AS FORMAS.

As provas longas, seja corrida ou triathlon, proporcionam uma capacidade imensurável de auto-conhecimento. E isso já começa com os treinos. Você aprende a se conhecer e ver até onde vai sua disciplina e seus limites. cada treino você os ultrapassa um pouco mais e percebe que isso é possível. Percebe também que a disciplina espartana não é um bicho de sete cabeças e que, com o tempo, acostumamos tanto a acordar ainda escuro pra ir correr, a trocar o almoço pelo treino de natação e a treinar bike indoor enquanto vizinhos já dormem, que tudo isso é natural. Embora ninguém fora do meio entenda, pra você é normal.
Os treinos pesados também ensinam a aumentar o seu limiar de dor. A sua percepção de dor acaba se alterando e não é mais qualquer coisa que o incomoda. Isso é ser forte? Talvez. Mas para administrar a dor, é a mente quem tem que estar treinada. 

Com as provas de endurance, aprendi a conhecer desde o fio do meu cabelo até as unhas do meu pé (essas mais ainda). A percepção corporal e mental é incrível. Acho que nenhuma técnica, filosofia, religião, é capaz de prover ao ser humano tamanho auto conhecimento. Aumenta a concentração, o raciocínio, aguça os sentidos, e te ensina a ter muita paciência e perseverança.
Voltando a primeira resposta, superação pessoal, acredito que você vencer seus medos e conhecer sua real capacidade é algo fantástico. Uma vez meu, no ápice dos treinos longos, meu treinador falou: "pronto Vivi, vc tem base p/encarar qualquer desafio. É só escolher." Ou seja, superei meus medos e ultrapassei minhas barreiras pessoais.

Independente se corrida ou triathlon, nada se compara a oportunidade que esses esportes nos dão de conhecimento corporal e mental, de melhorar o espírito, desenvolver a solidariedade, a paciência e a perseverança. Além da consciência de que podemos ir sempre além, em busca de nossos objetivos.  Sem contar o visual e a paisagem que muitas provas nos proporcionam. Não como dizer um só motivo que me faz correr endurance, é o todo o conjunto o meu combustível!

Bons treinos em 2012!







Um comentário:

  1. Ei Vivian. Eu estou gostando cada vez mais de provas de endurance. Eu acho que são oportunidades de você se colocar a prova e ver até onde pode ir. Esse autoconhecimento é um fato nesse tipo de prova e principalmente no treinamento. Na verdade acho que o treinamento exige mais do que a prova em si. []´s

    ResponderExcluir