6 de jan de 2011

Jardim Botânico, turistas, caminhantes e corredores


Hoje tive o privilégio de ir treinar no Jardim Botânico. Há um tempo não ia correr lá e, admito, estava sentindo falta. Aquele lugar tem uma energia que nenhum outro parque tem em Curitiba..não sei o que acontece, mas a energia lá é única! Independente se o treino é com um dia ensolarado, nublado, chuvoso, frio, calor..quando chego lá, as forças renovam. E, destaque-se, a Prefeitura tem mantido o parque muito bem. Limpo, bem cuidado, seguro.
Como estamos em um período de férias, o movimento de turistas era intenso. Bonito de se ver, aliás. Pessoas andando, caminhando, tirando fotos..e claro, uns perdidos correndo. Corredores uniformizados, diga-se de passagem..a maioria (incluindo eu) com a camiseta da maratona de Curitiba 2010. Era até engraçado.
No entanto, algumas constatações foram feitas: curitibano não sabe compartilhar o espaço comum! Enquanto os turistas se afastavam e davam preferência para os corredores, os curitibanos que lá caminhavam, faziam questão de ocupar toda a pista e, ainda, sequer deixava passar quando vinha um corredor. Se, por acaso, vc resvalasse em um “caminhante” era reclamação certa! Fora aqueles que caminham gesticulando, com os braços abertos, e nem percebem quem vem atrás. Poxa vida...parque é público e tem espaço para todos...basta seguir algumas regras de boa convivência. Cortesia e gentileza não tiram pedaço.
Sei que essa deve ser uma questão enfrentada por muitos corredores, principalmente aqueles que frequentam parques. Eu sou adepta das ruas,sei que os pedestres ocupam as calçadas, então escolho ruas onde posso correr junto ao meio-fio. No entanto, acredito que corredores e caminhantes estão la pelo mesmo objetivo: qualidade de vida e bem-estar! Respeitar uns aos outros é o mínimo necessário para isso.
Aproveitando que estava lá...fui curtir um dia de turista. Há muitos anos que não entrava no museu e na estufa e, admito, foi muito bacana. Museu com a história do Pinhão/Pinheiro, orquidário e, claro, a estufa com as espécies nativas. Fora que, me misturar aos turistas e ao “rebuliço”, estando em casa, foi uma experiência divertidíssima. Até fotos tive que tirar né??
Quem vier a Curitiba, não pode deixar de visitar o Jardim Botânico!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário