5 de jan de 2011

Engrenando os treinos..sede ao pote?

Ano que inicia é sempre aquela agitação..aquela ansiedade para voltar a treinar forte..afinal as baterias foram recarregadas no fim de ano. Com o verão, o calor, o sol, ficamos ainda mais dispostos a correr mais...a nadar mais...a pedalar mais..
É natural. O fator ambiental e o fator psicológico são molas propulsoras no nosso desempenho esportivo. Se aliamos ambos, se torna uma ferramenta potencialmente forte..porém pode ser forte para o bem ou para o mal.
Já vi vários colegas lesionarem, quebrarem, por terem ido com muita sede ao pote em inicio de temporada ou em períodos que julgavam estar bem fisica e psicologicamente.E confesso, ja aconteceu comigo também..E é dificil saber a hora de dosar se você esta animado e motivado, ainda mais se há competição grande em vista, como uma maratona ou um Ironman, por exemplo.

Mas até onde podemos "mergulhar de cabeça" em tantos treinos sem nos machucar?

Respeitar os limites do corpo e seguir a risca as orientações do seu treinador. Em muitos casos, ficar com a sensação que poderia ter ido alem, ter feito mais, é um indicador de que o treino foi bem feito e que há energia para fazê-lo novamente no dia seguinte e assim por diante. Nem sempre chegar a exaustão física e psicológica significa desempenho para o corpo. nenhuma máquina opera no seu 100% sem entrar em colapso em algum momento. Pense nisto.E bons treinos!

Para ilustrar, segue o link de uma matéria interessante, por Mauricio Belfante da Revista O2:
Saiba dosar o ritmo

Um comentário:

  1. O link da matéria: http://o2porminuto.uol.com.br/scripts/materia/materia_det.asp?idMateria=3976

    ResponderExcluir