20 de jan de 2011

Documentário Marathon e as diferentes motivações p/correr 42km

Ontem, pela 5.ª..6.ª vez...não sei, talvez mais ainda, assisti o documentário "Marathon", onde mostram a preparação de 6 atletas para a maratona de Chicago, incluindo 2 profissionais, 2 iniciantes, uma amadora experiente e um senhor de 70 anos.
Cada vez que assisto, consigo reparar em detalhes que não havia tido a sensibilidade de ver antes..
A preparação do queniano, em meio a uma vida sofrida de trabalho..A preparação fascinante da Deena, profissional e campeã da prova, a conciliação entre trabalho, marido e filho pequeno da amadora experiente, a empolgação das duas iniciantes, uma universitaria e outra mãe de família e a inspiradora alegria do senhor de 70 anos, me fez parar para pensar: porque as pessoas correm uma maratona?
Em apenas 1h40 de documentário, vi 6 razões diferentes...e todas incrivelmente inspiradoras.Superação, desafio, competição, remuneração ou simplesmente...paixão!
Correr 42km195m não é atividade mais fácil ou prazeirosa da vida. Requer preparação para que seu sofrimento seja um pouco minimizado, assim como cabeça e estrutura para suportar as armadilhas do percurso. No entanto, cruzar a chegada, faz com que tudo seja esquecido..toda a dor, o sofrimento, o cansaço..
Ja vi muitas pessoas abandonarem a maratona ou simplesmente andar no percurso..ou porque lesionaram, ou porque nãoe stavam preparados ou simplesmente porque foram "para ver qual é de uma maratona". No entanto, 42km não são para ir na onda de amigos...porque é moda...porque é comercial...Enfim, para se manter "vivo" numa prova dessas, tem que gostar, aliás, tem que amar correr exaustivamente kms e kms.. A preparação é tão desgastante quanto a prova...mas vale a pena.
No final do documentário, ver aquelas seis pessoas correndo a maratona e chegando todas bem, felizes, emociona...muito! Vc se vê um pouquinho em cada uma delas..e sabe que corre também por cada um daqueles motivos..embora não busque chegar em primeiro, sabemos que superar e baixar tempo é meta..principalmente depois da primeira maratona.
Contudo, toda melhora, todos os planos tem que ser ao seu tempo.Ficar obcecado em fazer varias provas, baixar tempo a qualquer custo, não é legal e, certamente fará perder o gosto pela distancia. Acima de tudo, ter paixão pelo que escolheu fazer..somente isso sustenta os treinos, a vida profissional, pessoal, social e tudo q se tem que abrir mão para terminar os 42.195m.

6 comentários:

  1. vivian verei esse filme.

    estou precisando mesmo de motivação para esse corpo (rss).

    valeu!

    nadais

    ResponderExcluir
  2. Belo post Vivi, eu entendo tudo isso... fiz minha primeira Maratona Nov/2010, comecei a correr em março, queria sentir o gosto, treinei muito, faram inumeros dias a fio de treino, de bolsa de água, de gelo, mas cruzar a linha de chegada não tem preço rsrsrs completei em 05:12h, feliz da vida e esse ano tem mais... sou AMADORA, por isso curto a cada treino, sem fazer loucuras... sei meu limite...
    simbora!!!
    www.marlipalugan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Disse tudo: "Terminar bem". Por isso não tenho maratona nos meus planos este ano. Apesar de toda a preparação, em nenhuma das duas terminei bem e o estrago ainda se faz presente.
    Vou procurar outros desafios, ainda que mais puxados que a maratona, mas em menores distâncias.

    ResponderExcluir
  4. Wolf:é uma questão de preparo e conhecer o corpo..de repente não dá pra fechar sub4..vai sub5..sub6.. Mas vc se da mto bem em 10km..deveria investir no Pelotão Quenia ;)
    Marli: isso ae!Admiro sua determinação e energia!
    nadais: assista!!!é emocionante!!

    ResponderExcluir
  5. O problema não é o tempo. 4, 5, 10h...com isso se convive. Desanima? Sim, um pouco. Mas é mais um motivo pra querer mais e tentar buscar na próxima. O problema é você terminar se arrastando. Com tanta dor que não fica um pingo de felicidade ou prazer.
    Uma coisa é terminar com uma cãibra, uma dor muscular aqui ou ali. Mas dor que você mal consegue se arrastar e sofrer os efeitos disso durante um bom tempo, não dá pé.

    ResponderExcluir
  6. Achei bem interessante o post Vivi, no ano passado eu corri a Maratona da Caixa do Rio de Janeiro e confesso que me preparei muito pouco, e por vezes me perguntava o que estava eu, ali fazendo, qual era o meu objetivo em participar daquele evento, bom, foram inúmeras perguntas ao longo daqueles 42,195kms...rs, más todas elas foram respondidas quando cruzei a linha de chegada com 4:48.58seg...rs a sensação é de vencedor,alegria e muita emoção, ainda que com este tempo...rs... Más confesso... não é fácil não, más enfim, tinha meus objetivos, e consegui alcança-los...

    ResponderExcluir