2 de mai de 2010

Vale a pena

(...)
O invejoso simplesmente se sente mal porque o próximo tem sucesso.
Não há necessidade de que algo lhe falte.
Ele apenas se considera diminuído com a grandeza alheia.
Na realidade, por vezes se perdoa ao semelhante mais facilmente um erro do que um acerto.
É mais fácil auxiliar quem cai do que suportar a vitória do outro.
(...)
Bem mais difícil é ser feliz com a felicidade alheia.
Perante alguém que vence na vida, a animosidade com freqüência torna-se acirrada.
Não faltam fiscais e acusadores de alguém que sempre obtém algum sucesso.
(...)
Todos os homens têm a ganhar com a felicidade dos semelhantes.
Quando alguém se eleva, com ele se ergue toda a Humanidade.
Quando alguém cai, é prejuízo na economia moral do planeta.
Alegremo-nos com as vitórias de nossos irmãos.
Ao vencerem, eles não nos tiram nada.
Muitas vezes dão preciosos exemplos, que podemos seguir.
Sejamos solidários nas dificuldades do próximo.
Mas participemos também, sinceramente, de seus júbilos.

http://www.momento.com.br/exibe_texto.php?id=1319

Nenhum comentário:

Postar um comentário