30 de abr de 2010

Inquietações

Ao longo do meu tempo de treinamento e competições, tenho me deparado com muitas situações, algumas positivas outras negativas, porém todas sempre constituindo um imenso aprendizado.

Desde que foquei treinar forte e competir firme em provas de distância (triathlon, natação e maratonas), minha rotina virou de cabeça p/ baixo.. Tudo na minha hoje é em funçaõ do meu mestrado e da minha profissão, e do triathlon. Sou feliz assim. A vida tem me proporcionado experiências e conhecimentos que jamais eu poderia desfrutar, se não fosse minha profissão e meu esporte.

Inveja, critica, incompreensão....tudo faz parte e aprendemos administrar ao longo do tempo.. No entanto, um fato tem me inquietado há alguns dias.. Todos sabem que eu estava treinando fortissimo para o Long Distance Caiobá e o resultado veio. Após o long, retomei minha rotina de treinos, focando melhorar a performance, os tempos e claro, me preparar para as provas vindouras. Mas há uns dias me fizeram a seguinte pergunta:

"Porque vc treina tanto se vc nem é profissional?" e a outra mais inquietante ainda: "Porque vc treina distancias de Ironman se vc nem vai fazer o IM Brasil esse ano?"

Pois é... não sei porque... Assim como também não sei porque incomoda tantas pessoas eu treinar forte e treinar distancias ... Se assim o faço é porque gosto, porque quero sempre melhorar e fazer bem feito o que me disponho a fazer. Não é fácil acordar 5h30 da manha ir correr no frio, na neblina, na garoa... nadar no horario do almoço... trabalhar, estudar.. Mas é uma questão de disciplina, determinação e paixão. Quando gostamos do que fazemos, isso não nos torna um pesar, pelo contrário, um prazer. E sim, continuarei treinando distancias de IM, treinando forte, mesmo não sendo profissional...E ainda sim, continuarei buscando ser a melhor na minha profissão, desenvolvendo minhas pesquisas e meus projetos, escrevendo meus artigos e dando minhas aulas com muito afinco e interesse, como sempre o fiz.

2 comentários:

  1. É difícil entender o prazer que algumas pessoas tem em tentar nos por pra baixo...

    Pra que treinar tanto se nem é profissional... Por que gosta de sofrer? Não creio! Como alguém se torna melhor no que faz? Treinando, buscando o aperfeiçoamento. Então pra que treinar tanto? Pra melhorar a cada dia, hoje mais que ontem, amanhã mais que hoje...
    E por que treinar para o Ironman se ainda nem vai fazê-lo? Quem faz esse comentário sabe o que é um Ironman? Sabe o que são 3,8 km de natação, 180 km de ciclismo e 42 km de corrida, um seguido do outro? Se sabe, deve saber também que são meses de preparo e quanto maior for a "bagagem" de treinos, melhores são as condições pra enfrentar uma prova dessas.

    Minha amiga, desculpe o texto longo e se algumas palavras soaram duras demais, mas comentários assim me tiram do sério.

    Tenho certeza que aqueles que torcem por você e se sentem felizes com cada vitória sua são em número muito maior que os que fazem comentários desse tipo.
    Como lhe disse antes, essa frase combina muito com você: "Pedras no Caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo..."

    Um grande beijo!

    E para aqueles que fazem essas perguntas ou aqueles que sentem inveja pelo seu sucesso, conquistado com muito esforço, dedicação e disciplina, seria legal se lessem esse texto...
    Destaquei apenas algumas partes, mas vale a pena ler o texto completo.

    (...)
    O invejoso simplesmente se sente mal porque o próximo tem sucesso.
    Não há necessidade de que algo lhe falte.
    Ele apenas se considera diminuído com a grandeza alheia.
    Na realidade, por vezes se perdoa ao semelhante mais facilmente um erro do que um acerto.
    É mais fácil auxiliar quem cai do que suportar a vitória do outro.
    (...)
    Bem mais difícil é ser feliz com a felicidade alheia.
    Perante alguém que vence na vida, a animosidade com freqüência torna-se acirrada.
    Não faltam fiscais e acusadores de alguém que sempre obtém algum sucesso.
    (...)
    Todos os homens têm a ganhar com a felicidade dos semelhantes.
    Quando alguém se eleva, com ele se ergue toda a Humanidade.
    Quando alguém cai, é prejuízo na economia moral do planeta.
    Alegremo-nos com as vitórias de nossos irmãos.
    Ao vencerem, eles não nos tiram nada.
    Muitas vezes dão preciosos exemplos, que podemos seguir.
    Sejamos solidários nas dificuldades do próximo.
    Mas participemos também, sinceramente, de seus júbilos.

    http://www.momento.com.br/exibe_texto.php?id=1319

    ResponderExcluir
  2. Parabéns
    Seu post me emocionou...
    Vai ver, por tudo isso vc é igual mas diferente!
    bj
    Saulo

    ResponderExcluir